CONSULTAS DERMATOLÓGICAS E ONCOLOGIA CUTÂNEA

Atendemos todas as doenças cutâneas. Contudo, nosso principal foco é na prevenção, diagnóstico e tratamento dos cânceres da pele.

Os cânceres da pele são muito frequentes no Brasil e correspondem a 25% de todos os tumores malignos registrados no país. A boa notícia é que todos os cânceres da pele apresentam altos percentuais de cura, se forem detectados precocemente. Saiba mais.

PROCEDIMENTOS
DERMATOLÓGICOS

Realizamos pequenos procedimentos dermatológicos. Esses procedimentos podem ser de auxilio ao exame clínico, para diagnóstico e tratamento das lesões da pele.

A técnica a ser utilizada é uma decisão do médico e irá depender do tipo de lesão, local da pele, idade e condições clínicas do paciente.

Dermatoscopia-I-(2).png

DERMATOSCOPIA DIGITAL DE NEVOS (PINTAS)

A dermatoscopia é uma técnica utilizada para mostrar com mais clareza as estruturas das lesões pigmentadas da pele. Utiliza-se o dermatoscópio, um instrumento óptico, com lente de aumento associada a uma luz, que permite analisar as camadas da pele. 

O principal benefício da dermatoscopia é o diagnóstico de melanomas iniciais que poderiam não ser visualizados no exame clínico, devido à sua forma regular e cor homogênea, como no caso do melanoma in situ (restrito à camada mais superficial da pele).

A dermatoscopia também ajuda no diagnóstico diferencial de outros tipos de cânceres da pele, como os carcinomas basocelulares e espinocelulares, além de facilitar a descoberta de lesões pré-malignas, como as queratoses actínicas, e de lesões benignas, como as queratoses seborréicas, os dermatofibromas, os hemangiomas, além de outras lesões vasculares, evitando procedimentos invasivos desnecessários. Mas, quando há suspeita de malignidade, a dermatoscopia mostra as lesões que precisam de biópsia ou de cirurgia para o diagnóstico.

Mapeamento de corpo total (Fotofinder BODYSTUDIO)

Trata-se de uma exame que fotografa toda a pele, as lesões que precisam de acompanhamento e suas imagens dermatoscópicas, fazendo uma análise pontual e comparativa dos nevos (pintas da pele).

O exame precisa ser repetido em momentos distintos, para permitir a comparação dos nevos de uma mesma região, assim como a análise evolutiva das pintas da pele e a identificação do aparecimento de novas lesões, principalmente em pessoas com alto risco para câncer da pele, auxiliando no diagnóstico precoce. 

O exame é indicado para Pessoas com grande número de nevos, com história familiar ou pessoal de melanoma, pessoas de pele e olhos claros, mulheres e homens acima de 40 anos e pessoas que sofreram queimaduras solares ao longo da vida ou que se expõem muito ao sol.

Microscopia Confocal de Reflectância a Laser (MCR)

Trata-se de uma técnica de auxilio diagnóstico, relativamente rápida e indolor, que utiliza um laser como fonte luminosa, penetrando a pele em área delimitada, sem invasão ou dano local. As imagens formadas são horizontais, com resolução a nível celular, permitindo a análise mais detalhada das lesões da pele.  É uma importante ferramenta complementar ao exame clínico e dermatoscópico das lesões suspeitas pigmentadas e não pigmentadas da pele. Contudo somente a biopsia ou cirurgia possibilita o diagnostico definitivo das lesões da pele.

NOVA_Dermatoscopia-I-(1).jpg